TRÍDUO DE SANTA ANA

1º DIA
SANTA ANA, MÃE DE MARIA E MODELO DE DEVOÇÃO

Acolhida: Caríssimos irmãos e irmãs, boa noite.
Queremos dar as boas vindas a vocês que hoje estão aqui presentes para iniciarmos o nosso tríduo em honra de Santa Ana. Hoje com o tema: SANTA ANA, MÃE DE MARIA E MODELO DE DEVOÇÃO. Santa Ana filha do seu povo, viveu sua fé e devoção em Deus. Ela participou da espera orante do seu povo que acreditava na vinda de um Salvador.
Com alegria continuemos nosso tríduo, invocando a Santíssima Trindade.

Canto: Eu canto louvando Santa Ana minha mãe

Eu canto louvando Santa Ana minha mãe
A ela um eterno obrigado eu direi.
Santa Ana foi quem ensinou a viver.
Santa Ana foi quem ensinou a sofrer.

Santa Ana em minha vida é luz a me guiar, é mãe que me aconselha me ajuda a caminhar. Mãe do bom conselho, rogai por nós.
Quando eu sentir tristeza, sentir a cruz pesar, Santa Ana gloriosa de ti vou me lembrar. Santa Ana gloriosa, rogai por nós.
Se um dia o desespero vier me atormentar, as forças da esperança em ti vão encontrar. Mãe da esperança, rogai por nós.

Oração:
Ó gloriosa Santa Ana, modelo de mãe e educadora, nós vos louvamos e pedimos que nos alcanceis um grande amor por Jesus e por Maria, para que trilhando o caminho das virtudes, possamos agradar-lhes em tudo e contribuir para a construção de seu Reino neste mundo Amém.

Entronização da Bíblia: Santa Ana viveu de acordo com a Palavra de Deus. E nós buscamos na mesma Palavra a força para vivermos a nossa fé.
Também estamos celebrando o Ano da Palavra em comemoração aos 2000 anos de nascimento do apóstolo Paulo, o maior ´pregador da Palavra de Deus. Vamos receber a Bíblia em nosso meio para que ela seja a guia da nossa vida.

Canto:

Leitura: Mateus 13,16-17

Dirigente: Joaquim e Ana esperavam a redenção de Israel e acreditavam na vinda do Messias prometido e o Espírito Santo estava sobre eles.

Leitor 1: Joaquim e Ana não fecharam os seus corações e nem se tornaram insensíveis à Palavra de Deus, mas confiaram nas promessas que o Senhor tinha feito ao seu povo abandonando-se totalmente nas mão do Pai, e esta confiança enchia suas vidas de Paz e alegria.

Leitor 2: Deus é sábio e em sua sabedoria escolhia gente simples, mas fiel na fé. Foi assim com os profetas e, é assim na escolha de Ana para ser a mãe da mãe do salvador.

Leitor 3: Joaquim e Ana, exultam de alegria com o nascimento de sua filha, pois sabem que uma grande graça marca este acontecimento. Graça que alcançaram por suas preces.

Leitor 1: As promessas de Deus se cumprem graças a dedicação e fé das pessoas simples que levam a vida com amor. Aqui se realiza as palavras do Evangelho: “ Felizes sois vós, porque vossos olhos vêem e vossos ouvidos ouvem; o que alguns justos desejaram ver e não viram”.

Dirigente: Na simplicidade e humildade de Santa Ana, Deus a escolhe para fazer parte importante no mistério da Salvação da humanidade. E ela corresponde à expectativa de Deus e faz de Maria uma jovem piedosa, santa e digna de ser a mãe do salvador.

Rezemos em dois coros o salmo 119 (118)
Antífona: “A PALAVRA DE DEUS ILUMINA O CAMINHO DO HOMEM’

Coro 1: Felizes os íntegros em seu caminho, os que andam conforme a vontade do Senhor.
Coro 2: Felizes os que guardam os seus testemunhos, procurando-os de todo coração.
Todos: “A PALAVRA DE DEUS ILUMINA O CAMINHO DO HOMEM”

Coro 1: Felizes aqueles que andam no caminho do Senhor sem praticar a injustiça.

Coro 2: Tu promulgastes os teus preceitos para serem observados à risca.
Todos:“A PALAVRA DE DEUS ILUMINA O CAMINHO DO HOMEM”

Coro 1: Que meus caminhos sejam firmes, para que eu observe os teus preceitos e não sentirei vergonha ao observar teus mandamentos.

Coro 2: Eu te celebrarei de coração reto, aprendendo tuas justas normas. Vou observar teus estatutos, não me abandones nunca.
Todos::“A PALAVRA DE DEUS ILUMINA O CAMINHO DO HOMEM”

Canto: Quero cantar ao Senhor sempre enquanto eu viver...

PRECES
Para que a Igreja inprima por seus dons e carismas as palavras do apóstolo Paulo no coração dos católicos. Rezemos

Resposta: Fazei-nos iluminados e iluminadores, Senhor.

Pelo Capítulo Geral das Irmãs de Santa Ana, que o Espírito Santo inspire e guie os trabalhos e as decisões que lá forem realizadas,
para que elas possam continuar no serviço aos pequenos e pobres deste mundo. Rezemos.

Pelos casais do ALASA, que não se deixem abater e nem desanimem pelas dificuldades, mas que saibam que podem contar sempre com a intercessão de Santa Ana. Rezemos

Preces espontâneas

ORAÇÃO FINAL

Dirigente: Lembrando da Campanha da Fraternidade: “Escolhe, pois, a vida; queremos rezar pelos idosos, já que Santa Ana é a protetora dos avós.

Todos: Olhai com carinho Senhor, pelos idosos do mundo todo, que não sejam abandonados por seus familiares, esquecidos pelos poderes públicos, mal tratados por médicos e enfermeiras e explorados pelo sistema econômico. Que sejam amados e tratados com carinho por todos. Isso vos pedimos a Deus pela intercessão de Santa Ana. Amém.

PAI-NOSSO

AVE-MARIA

Avisos
Canto final:

Saudemos a Ana, a forte mulher, cantemos bem alto, ó povo fiel:
Ave, Ave, Mãe de Maria (bis)
2. Às nossas famílias dá a união, às mães a consciência da alta missão.
Senhora Santa Ana, és mãe e padroeira, protege teus filhos a vida inteira.

 

TRÍDUO DA FESTA DE SANTA ANA

2º dia

Santa Ana, testemunho de Esperança

Introdução: Queridos irmãos e irmãs, boa noite!
Sintam-se todos bem-vindos a este nosso segundo dia do Tríduo em preparação à festa de Santa Ana. Com alegria iniciemos o nosso encontro invocando a Trindade santa cantando:
Em nome do Pai, em nome do Filho...

Dirigente: Hoje nós iremos olhar para Santa Ana, testemunha de Esperança. Ana, como mulher de fé, soube mesmo nos momentos difíceis de sua vida, colocar em Deus toda a sua Esperança, na certeza de que Deus é fiel e cumpre a sua promessa. Louvando esta mulher forte, que com o seu sim colaborou na história da salvação sendo mãe da mãe de Jesus, vamos receber a sua imagem em nosso meio.

Canto: Eu canto louvando Santa Ana minha mãe

Eu canto louvando Santa Ana minha mãe
A ela um eterno obrigado eu direi.
Santa Ana foi quem ensinou a viver.
Santa Ana foi quem ensinou a sofrer.

Santa Ana em minha vida é luz a me guiar, é ma~e que me aconselha me ajuda a caminhar. Mãe do bom conselho, rogai por nós.
Quando eu sentir tristeza, sentir a cruz pesar, Santa Ana gloriosa de ti vou me lembrar. Santa Ana gloriosa, rogai por nós.
Se um dia o desespero vier me atormentar, as forças da esperança em ti vão encontrar. Mãe da esperança, rogai por nós.

Salmo 30
Dirigente: Rezando o salmo 30, nós nos unimos a toda a Igreja orante para reafirmar a nossa fé no Deus da Esperança, agradecendo a Ele por ser para nós refúgio e proteção.

Antífona: Ó Senhor, sede a minha proteção, um abrigo bem seguro que me salva

Lado 1: Senhor, eu ponho em vós minha esperança; que eu não fique envergonhado eternamente! Porque sois justo, defendei-me e libertai-me, inclinai o vosso ouvido para mim; apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!

Lado 2: Sede uma rocha protetora para mim, um abrigo bem seguro que me salve! Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; por vossa honra orientai-me e conduzi-me! Retirai-me desta rede traiçoeira, porque sois o meu refúgio protetor!

Lado1: Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, porque vós me salvareis, ó Deus fiel!
Todos: ò Senhor, sede a minha proteção, um abrigo bem seguro que me salva!

Interiorização do salmo (reler, expressar uma frase...)

Dirigente: A esperança é um Dom de Deus. Através dela, desejamos como nossa felicidade o Reino dos céus e a vida eterna, pondo nossa confiança nas promessas de Cristo e apoiando-nos não em nossas forças, mas na graça de Deus.
Todos: Senhor, aumenta em nós a esperança para que sejamos no mundo testemunhas alegres do seu amor.

Dirigente: A virtude da esperança responde ao desejo de felicidade colocado por Deus no coração de toda pessoa. Protege-nos contra o desânimo, dá alento em todo esmorecimento e dilata o coração na expectativa da Bem-Aventurança Eterna. O impulso da esperança preserva-nos do egoísmo e nos conduz à felicidade da doação e do Amor.
Todos: Sede alegres na Esperança, perseverantes na oração e fortes nas tribulações (Rm 12,12).

Dirigente: Ana e Joaquim estavam na velhice e viviam na espera de que Deus lhes desse um filho. Sofreram muitas humilhações, pois a esterilidade era vista como sinal de maldição. Ms diante deste sofrimento, Ana dá provas de mulher forte e virtuosa porque soube esperar em Deus com humildade e confiança. Nele deposita toda a sua esperança.
Todos: Salve Santa Ana, mulher forte e corajosa, intercedei pelas necessidades de nossas famílias.

Dirigente: Mas como sabemos, a Providência de Deus não falha para aqueles que Nele confiam. Para Ana e Joaquim, Deus reservava uma graça que nenhuma das famílias de Israel recebera: haviam de dar ao mundo a virgem mãe do Salvador e Redentor da humanidade.
Todos: Ó Deus, fonte da esperança e da fé dos pais de Maria, concedei-nos uma esperança sempre viva que nos sustente em cada provação.


Canto: Salmo 22: Pelos prados e campinas

Preces
Dirigente: Elevemos nossas preces a Deus Pai, cujo amor é a razão da nossa esperança.

Todos: Pela intercessão de Santa Ana, ouvi-nos, Senhor.

1. Senhor, nossa única esperança, olhai por todas as pessoas que sofrem por terem perdido o sentido da vida, em especial pelos jovens e adolescentes que buscam refúgio nos vícios.
Todos: Pela intercessão de Santa Ana, ouvi-nos Senhor.

2. Pelas famílias, para que fortalecidas pela fé, possam assumir na sociedade seu verdadeiro papel de educadora dos valores cristãos, rezemos.

3. te pedimos Senhor, pela Família Santa Ana espalhada nos vários países, para que encontre em vós a força e a coragem de testemunhar com alegria os eu Amor Providente e Misericordioso para os mais pobres. Rezemos.


,04. Pelas irmãs de Santa Ana que se encontram reunidas na Índia para dar início ao Capítulo Geral, para que sejam abertas a ação do Espírito Santo deixando-se interrogar pelas necessidades e urgências dos tempos de hoje. Rezemos.

5. Olhai Senhor pelos avós, de modo particular te pedimos por aqueles que se encontram nos asilos longe de suas famílias, sede para eles força e sustento. Rezemos.

Dirigente: Rogai por nós Santa Ana.

Todos: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
Oração:
Ò Deus, que concedestes a Santa Ana a graça de dar a vida a Mãe de vosso Filho Jesus, fazei que, por sua intercessão, alcancemos a salvação prometida a vosso povo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Rezar a Ladainha de Santa Ana

Pai-nosso
Ave-Maria

Canto Final:
Se Ana a graça espera, Joaquim acolhe na fé a Estrela da manhã e o anúncio presença do sol de justiça, do sol de justiça.

1. Esperando, esperastes teu Deus, sua promessa, seu Dom, pois longo é o caminho lacerante espera na fé.

2.Amigos de Deus, formados pela sabedoria, o olhar busca ao longe vislumbrar a glória do Senhor.

FESTA DE SANTA ANA

3º dia do tríduo

A vida dos Santos nos ensina a seguir Jesus Cristo

Introdução: Hoje estamos no último dia do nosso tríduo, o qual foi nos preparando para celebrarmos a festa de Santa Ana, colocando-nos em sintonia com a vida desta grande mulher tão importante na história da salvação.
Para a Igreja, recordar a vida dos santos, é uma forma de também nós interrogarmos sobre o nosso caminho, sobre o nosso modo de viver e testemunhar a fé. O exemplo dos santos nos animam, nos torna mais entusiasmados em nossa vida de discípulos e missionários de Jesus Cristo.
Invocação a Santíssima Trindade: Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, amém. A graça do Cristo, o amor de Deus Pai, o Espírito santo co’ agente amém. Amém, aleluia, amém aleluia, amém, aleluia, aleluia amém.
Dirig: No primeiro dia do tríduo invocamos Santa Ana, como mãe de Maria e modelo de devoção, ela que soube educar Maria na fé e nas virtudes a fim de que se tornasse a mãe do Salvador.
Dirig. No segundo dia olhamos para Ana, como mulher forte que soube viver as dificuldades da vida sem perder a esperança. Ela que era estéril e sofria por não ter filhos, sempre acreditou na promessa de Deus, porque Ele é fiel para sempre.
Hino
Lado 1: Uma mulher forte, quem poderá encontrar?
Vale mais que um grande tesouro. Nela se compraz o Deus do céu, imensas coisas ela fará.
Lado 2: Santa Ana, és mãe para nós: Doa a nós paz, fé e amor;
Aquilo que foi para ti a vontade do Senhor possa ser sempre para nós.
Lado 1: Tesouro escondido no Reino dos céus, rede lançada no mar para pescar, Bem-Aventurado aquele que sabe deixar tudo em nome do Senhor.
Lado 2: Não é suficiente partir somente: tudo devemos doar. Santa Ana, tu dos céus não nos abandone: Cristo ensina-nos a amar os outros.

Todos: Ouvi-nos Pai piedoso, e vós imagem do Pai, que com o Espírito Santo Eternamente Reinais.
Dirig: A vida de Santa Ana, nos impulsiona a louvar e bendizer a Deus, na pessoa de Jesus Cristo, movidos pelo Espírito Santo. Por isso, neste momento faremos a nossa adoração a Jesus presente na Eucaristia. E unidos a toda a Igreja que nos convoca a sermos promotores da vida. Acolhendo o cartaz da Campanha da fraternidade apresentamos diante do altar todas as pessoas que não vivem com dignidade, ou que tem a sua vida ameaçada.
Canto: Hino da campanha da fraternidade
Com carinho desenhei este planeta; com cuidado, aqui plantei o meu jardim. Com alegria, eu sonhei um paraíso, para a vida, dom de amor que não tem fim.
Ponho então à tua frente dois caminhos diferentes: vida e morte, e escolherás. Sê sensato escolhe a vida! Parte o pão cura as feridas! Sê fraterno e viverás.
Com tristeza vejo a vida desprezada, nos meus filhos e em toda a natureza. Me entristece tantas vidas abortadas. Dói em mim a violência e a pobreza
Dirig: A adoração Eucarística é a manifestação da nossa fé na presença real e pessoal de Cristo nas espécies eucarísticas. Esta fé recebemos dos Apóstolos: “Não é o cálice de bênção que abençoamos a comunhão com o Sangue de Cristo? Não é o pão que partimos a comunhão com o Corpo de Cristo?” (1Co. 10,16-17). A presença real de Cristo na Eucaristia é a expressão mais completa daquilo que Cristo é na totalidade do Seu mistério: Deus conosco, próximo de nós, que com sua Palavra nos toca o coração, com o seu amor nos atrai e nos transforma. É Pão da vida que nos alimenta e nos dá forças para vencer as dificuldades.
Procuremos silenciar o nosso coração e de joelhos em sinal de adoração vamos receber Jesus Eucarístico no meio de nós.
Canto: Tão sublime sacramento
Tão sublime sacramento, adoremos neste altar.
Pois o antigo testamento, deu ao novo seu lugar.
Venha a fé por suplemento, os sentidos completar.
Ao eterno Pai, cantemos e a Jesus o salvador;
Ao Espírito exaltemos, na Trindade eterno amor:
Ao Deus uno e trino, demos a alegria do louvor. Amém.
Dirig: Graças e louvores sejam dadas a cada momento:
Todos: Ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento
Dirig: Do céus lhes destes o Pão.
Todos: Que contém em si todo sabor.
Oremos:
Todos: Senhor, neste admirável Sacramento nos deixastes o memorial da vossa Paixão. Concedei-nos tal veneração pelos sagrados mistérios do vosso corpo e do vosso sangue que experimentemos sempre em nós a sua eficácia redentora. Vós que viveis e reinais pelos séculos. Amém.
Dirg: Abandonados diante da presença do Deus vivo, vamos adorá-lo e louvá-lo pela sua presença real e verdadeira em nosso meio, pela sua fidelidade em nos acompanhar em todos os momentos da nossa vida.
(Pausa para meditação)
Dirig.: A Palavra de Deus, é para os santos o sustento da sua vida, indicando meios concretos para crescer na vivência das virtudes evangélicas. Muitos artistas retratam Ana com a Palavra de Deus nas mãos. Certamente a sua vida foi edificada na escuta contínua da Palavra e ali ela encontrou também o caminho para educar Maria na fé e na abertura para fazer a vontade de Deus.
Com o canto vamos aclamar o Evangelho e preparar-nos para ouvir o Senhor que nos fala:
Canto: A vossa Palavra Senhor é sinal de interesse por nós (bis)
Como um Pai ao redor de sua mesa revelando seus planos de amor.
Evangelho: Mt 5,1-12
Reflexão
Dirig: O grande anseio do ser humano é ser feliz. Passamos a vida inteira em busca da felicidade. Alguns se esforçam para conseguir uma receita mágica para ser feliz. As pessoas acham que o fundamento da felicidade está nas riquezas materiais, no sucesso, no ter no poder e no prazer.
O Evangelho de hoje nos convida a colocarmos o fundamento da nossa própria felicidade no amor de Deus, cujas promessas são para sempre, mesmo nas situações de crise na qual o homem pode se encontrar .
Todos: Senhor, livra-nos da tentação do egoísmo e do individualismo e ajuda-nos a descobrir que somente tu és o caminho para a felicidade.
L1: As Bem-Aventuranças, é um caminho de santidade para todos os batizados, chamados a dar testemunho de Jesus Cristo através da simplicidade de vida, da mansidão, da busca da justiça, da misericórdia e da luta pela Paz.
Todos: Senhor, nós queremos viver os valores do seu Evangelho para que a nossa vida seja um sinal visível da presença do Reino no meio do mundo.
L2: Santa Ana pertencia ao grupo dos “pobres de Javé”, ou seja a sua vida era expressão da confiança em Deus e do Abandono à sua Providência. Despojada de tudo, primeiramente de si mesma, vivia em comunhão com Javé.
Todos: Ave, Ave, Mãe de Maria (bis)
L3: Como avó de Jesus Santa Ana, é invocada como padroeira dos avós. Louvamos a Deus pelo dom dos nossos avós, homens e mulheres de fé e esperança que com sua vida testemunharam a alegria de pertencer a igreja. Pedimos também pela sua intercessão, por aqueles que sofrem a solidão e o abandono.
Todos: Ave, Ave, Mãe de Maria (bis)
L1: Pedimos também pelas mães que estão para dar à luz aos seus filhinhos, para que sob a proteção de Santa Ana, tenha um parto feliz e eduque seus filhos no amor e na alegria.
Todos: Santa Ana protetora das gestantes, rogai por nós.
Pai-nosso
Ave-Maria
Oração final: Ó gloriosa Santa Ana, mãe da Mãe de Jesus, nós vos louvamos e pedimos que nos alcanceis um grande amor por Jesus e por Maria, para que trilhando o caminho das Bem-Aventuranças, possamos agradar-lhes em tudo e contribuir para a construção de seu Reino neste mundo. Amém
Dirg: Com o canto, acompanhemos Jesus que volta ao Sacrário, e fortalecidos pelo seu amor continuemos sendo sinal da sua Providência aos nossos irmãos.
Canto: Glória Jesus na hóstia Santa
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo
Canto final: Se Ana a Graça espera

 

Irmãs de Santa Ana • Todos os Direitos Reservados
Rua Madre Henriqueta Dominici, 998 • Jd. Monte Belo • Londrina-Pr
Fones: (43) 3341-0137 ou 3341-1490